Aida Viegas

Aida Viegas, natural de Oliveira do Bairro, estudou em Coimbra, viveu treze anos em Luanda e reside actualmente em Aveiro. Passou grande parte da sua vida ligada ao ensino.

Nascida ao som de um bandolim, repartida entre a pintura, a escrita e as viagens, ama a poesia. Delicia-se a calcorrear os caminhos do mundo, da vida. Inebria-se com a cor.

Acredita num mundo onde a liberdade, vivida desassombradamente, não atropele minorias e seja garante de seres sem dependências. Onde o ter não avassale o ser, o homem preserve a vida, livre de preconceitos e a terra seja o prelúdio do paraíso. Onde a mulher, qualquer mulher, todas as mulheres, possam viver com a dignidade que ao nascer é conferida a qualquer ser humano, independentemente do lugar onde nasceu, das funções que desempenha, dos estatutos que regem a sociedade onde está inserida, do nome do Deus em que acredita.

Apaixonada pelo conhecimento de novas terras, novas gentes e outras culturas, já viajou por muitos países dos quatro continentes, Europa, Ásia, África e América.

No campo da escrita evidencia-se a sua colaboração desde muito nova em vários jornais e revistas.

 

partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *